2017: chorar ou vender lenços?

Esse é um ditado que se ouve incansavelmente durante os últimos anos de recessão econômica e agravamento da política brasileira. Questionar-se sobre qual lado gostaria de estar, a resposta é unânime – vendendo o lenço. Mas o que fazer diante desta situação?

As projeções para o ano realmente não são boas, assim como não eram também para 2016. Desemprego, pobreza, dívidas crescendo são alguns problemas que podem ocorrer com quem fica sem dinheiro para pagar as contas. Mas como já foi publicado aqui no blog, quem recebe aquela graninha naquele momento de demissão pode abrir uma franquia (www.abf.com.br). E há opção para todos os bolsos, gostos, jeitos e lugares. Para saber mais sobre essa opção, você pode entrar no site da Associação Brasileira de Franchising  www.abf.com.br, que possui todos os associados – grandes e pequenas empresas.

Se o seu sonho foi sempre ser um empresário, abrir sua própria empresa sem depender de ninguém, aqui estão alguns números: o setor pet cresceu em 2016 mais de 7%, alcançando R$ 19 bilhões em faturamento. Se você gosta de animais e se dá bem com o público, aqui pode ser outra boa opção.

De acordo com o Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, o Sebrae, o empreendedor precisa fazer um estudo aprofundado sobre quais são as melhores opções de ponto, clientela e, principalmente, um bom planejamento de tudo isso. A instituição afirma que 90% das empresas que fecham as portas nos primeiros 24 meses de vida são por conta da falta de planejamento.

O presidente da software house Moura Informática, José Natal de Moura, acredita que o País vai voltar a ser o que era, mas será de forma lenta. “Não podemos desacreditar em nossa potência. Somos o sétimo país mais rico do mundo, temos que seguir em frente e passar por cima desses problemas”, comenta.

“Esse ano não será dos melhores, mas o grupo Moura Informática investe forte para crescer junto com o mercado de softwares, que prevê um crescimento de 8% em faturamento no fechamento de 2016”.

A psicóloga Geisa Robiatti afirma que “quem passa por uma situação de demissão de um emprego estável não pode deixar se abater. Quem sofre um fracasso – seja na empresa ou na vida pessoal – não tem outra opção se não procurar outros caminhos e seguir em frente” e acrescenta “é natural do ser humano ficar abalado com qualquer coisa que dê errado, mas as coisas sempre irão dar certo e errado, é o ciclo da vida”.

Materia enviada pelo leitor:

JEAN CAZELLOTTO
JORNALISTA – COMUNICAÇÃO E MARKETING

6,526 total views, no views today

Meio de Pagamento no Canadá !!!

Andando pelo Canadá nos últimos 3 anos percebi  que o mercado de meio de pagamento evoluiu bastante, de 2013 a 2016. Antes com muito mais POS (em 2013), hoje (2015) muitos Pinpads integrados em sistema de gestão e POO(Sem fio), sendo 80% do parque de device’s todos novos. Isso também é tendência no Brasil, mas o que me mais me chamou a atenção, foi o processo de pagamentos que acompanhei em diversos estabelecimentos, com terminais fixos, terminais inteligentes, POS antigos, POS fixos, POS sem fio, processando basicamente 4 tipos de transação:

1- Tarja:  Minoria dos processos de pagamento, porém alguns clientes com cartões antigos ainda usam essa modalidade. O lojista ainda tenta a tarja como primeiro opção na hora de finalizar a venda.

2 – Chip : Pagamento com chip & senha, já conhecido por nos Brasileiros, é bem usado por lá, vi poucos cartões circulando sem chip. Os lojistas tradicionais ainda tentam passar a transação na tarja, mas acredito que pelo costume dos anos anteriores, ou por existir ainda cartões somente com tarja em circulação.

3 – NFC : Acompanhei pelo menos uns 20 pagamentos de  2 bancos diferentes e bandeiras diferentes, o mais impressionante foi a velocidade da transação, muito rápida, parece que ocorre num segundo, talvez por percepção, pois não tem todo o ritual de inserir o cartão, aguardar, digitar a senha etc.

4 – Aplicativo: O cliente carrega creditos no aplicativo, onde o próprio caixa faz a leitura do qrcode para processar a transação. O estabelecimento pode carregar mais creditos na mesma transação de vendas. Esse processo vi apenas naStarbucks, não sei se existem outros estabelecimentos com essa tecnologia.

Por lá o mercado continua em transformação e muitas oportunidades.

7,356 total views, 10 views today

Autocom 2016 – Maior evento de automação comercial do Brasil

Vem ai a autocom 2016, maior evento de automação comercial do Brasil, otimas oportunidades de fazer relacionamento, conhecer tendências, e ver as principais novidades e noticias do setor.

Com a crise brasileira, na autocom você pode encontrar excelentes oportunidades de fazer um bom negócio em 2016.

O Congresso é pago mas vale muito, diversas palestras com os mais renomados do setor. São 3 dias de eventos que você pode aproveitar aprender novas ideias para seu negócio.

Confira os temas do congresso:

1. O meio de pagamento como elemento de aumento de vendas e melhoria da experiência do cliente.

2. A produtividade está nos detalhes: criando uma metodologia para contratar a tecnologia que melhore
os indicadores de eficiência no varejo.

3. Big Data, Cloud, CRM, ERP: transforme essas letras em números excepcionais.

4. Com quantas tecnologias se faz um bom varejo? Saiba como adotar a tecnologia certa para o seu negócio.

5. O varejo na ponta dos dedos: até que ponto a gestão de uma rede varejista depende da tecnologia?

6. O crescimento baseado no aumento da produtividade: ideias, práticas e metodologias para fazer mais (e melhor) com menos.

Faça seu credenciamento gratuito: acesso http://www.feiraautocom.com.br/2016/.

 

Confirma alguns detalhes da feira nesse ano:

Fique atento aos temas do Congresso 2016:

1. O meio de pagamento como elemento de aumento de vendas e melhoria da experiência do cliente.

2. A produtividade está nos detalhes: criando uma metodologia para contratar a tecnologia que melhore os indicadores de eficiência no varejo.

3. Big Data, Cloud, CRM, ERP: transforme essas letras em números excepcionais.

4. Com quantas tecnologias se faz um bom varejo? Saiba como adotar a tecnologia certa para o seu negócio.

5. O varejo na ponta dos dedos: até que ponto a gestão de uma rede varejista depende da tecnologia?

6. O crescimento baseado no aumento da produtividade: ideias, práticas e metodologias para fazer mais (e melhor) com menos.

O evento acontece no Expocenter norte nos dias 05, 06 e 07 de Abril, Não percam.

6,501 total views, no views today